Empreendedorismo

Colaboradora do Sebrae empreende com mini jardins e terrário

O desejo de se reinventar levou a analistas técnica do Sebrae Roraima Fabiana Melo, a iniciar um empreendimento. A escolha do negócio surgiu dentro do próprio Sebrae.

Diferente de muitos brasileiros, Fabiana Melo, analista técnica do Sebrae decidiu empreender não por necessidade, mas pela vontade de fazer algo diferente e desafiador. Foi assim que nasceu o SweetJardim, empresa especializada na produção de mini jardins e terrários.

 

Hoje, com clientela garantida e cativa, Fabiana lembra como foram os primeiros passos do negócios. À princípio, sua ideia não tinha nenhuma relação com as plantas, mas com o ramo da alimentação e foi em uma atividade dentro do Sebrae Roraima que ela encontrou o caminho para sua realização pessoal e para seu empreendimento. 

 

“Trabalho no Sebrae há quatro anos, mas em 2019, senti a necessidade de me reinventar. Foi quando decidi que iria iniciar um negócio próprio. Eu não tinha uma ideia bem definida ainda e por isso, pensei em fazer algo no ramo da alimentação, porque eu gosto muito de cozinhar. Em seguida me veio um insight, de que eu podia vender plantas já que eu cuidava do meu próprio jardim em casa, e colecionava algumas mudas”, explicou.

 

A decisão final veio a partir de uma atividade realizada dentro do próprio Sebrae. Fabiana e a colega de trabalho Bill, ficaram encarregadas de organizar a decoração de um Arraial promovido pelo Sebrae. “E eu e minha colega Bill, tivemos a ideia, juntamente com outras colegas, de fazer arranjos para mesas com plantas e flores diversas na latas como forma de reciclagem. No dia em que paramos para fazer, a Bill foi uma das pessoas que falou que eu tinha jeito para a coisa e que iria dar certo”.

 

A partir disso, Fabiana não perdeu mais tempo e nessa trajetória contou ainda com ajuda de pessoas muito especiais. A sobrinha criou a arte da logomarca da empresa. Uma prima deu dicas preciosas de como aproveitar as redes sociais para garantir mais visibilidade ao negócio. Um casal de amigos e o cunhado de Fabiana doaram as primeiras peças de vidro, indispensáveis para o start do negócio.

 

“Conversei com meu marido, que também rapidamente me deu apoio total, e logo começou a arquitetar um espaço pra eu montar o Ateliê em casa, e ele mesmo com a força dos homens da família ergueram minha estufa nos fundos do quintal lá de casa”, disse.

 

A primeira cliente se tornou ainda mais especial. Além de garantir a produção inicial do SweetJardim, ela estimulou o trabalho realizando encomendas para os eventos que produzia. “Minha primeira cliente, a Dani, teve um papel importante, pois me impulsionou a acelerar as produções. Ela tinha alguns aniversários e festas pra ir e queria que eu produzisse os Mini Jardins e Terrários para ela presentear. As pressas eu fiz, publiquei fotos, divulguei. Vendi minha primeira peça e aí não parei mais”. 

 

Fabiana leva o SweetJardim bem à sério. Como se dedica às atividades no Sebrae Roraima, a produção é concentrada no período noturno, finais de semana e feriados. Hoje, ela comercializa Terrários e Mini Jardins em peças de barro, vidro, acrílico, plástico e outros materiais. Também disponibiliza lembranças de aniversário e casamento como mini arranjos de mesa, além de algumas mudas seletas de plantas.

 

“Em setembro do ano passado, aproveitei minhas férias e fui para Holambra, em São Paulo. Visitei a Expoflora, fiz curso, conheci profissionais maravilhosos, e voltei cheia de novidades e ideias. O conceito do SweetJardim é proporcionar além da beleza das plantas, cactos, suculentas e afins, a transmissão de sentimento, memória afetiva, e o cuidado e amor pela natureza que está ao nosso redor”, define.

 

E para garantir que o negócio cresça, Fabiana também aprendeu com o Sebrae Roraima como cuidar da gestão do negócio. Ela fez o Empretec em 2016 e aproveitou a experiência de atuação junto ao SebraeLab para aprender mais sobre inovação e o uso das redes sociais.

 

“Eu trabalho na Gestão de Pessoas do Sebrae, mas também atuo eventualmente conforme demanda, no atendimento no SebraeLab junto a Unidade de Inovação, onde me capacitei na Metodologia Canvas na qual o entendimento do Modelo de Negócio me fez refletir que eu tinha potencial para empreender minha ideia. Aprendi muito quanto a Inovação junto às redes sociais, a forma de interação, importância das publicações corretas, etc. O resultado positivo é que grande parte das minhas clientes vem do Instagram”. 

 

O empreendedorismo trouxe para a vida de Fabiana novos desafios e possibilidades, preenchendo a necessidade de se reinventar que ela sentiu em 2019. “Além do conhecimento adquirido, me trouxe energia e felicidade. Me renovou as forças, me reciclou. Pude ver que quando a gente quer alguma coisa a gente consegue. Especialmente, quando é algo que amamos”, afirmou.

 

Para conhecer os produtos de Fabiana e se tornar mais uma cliente do SweetJardim, basta seguir o perfil no Instagram @sweetjardim_rr